Sorteio Playsat

PARTICIPE DO SORTEIO DE UM PLAYSAT

Olá Amigos do Azpoint, O site Amigos do Azpoint fez uma parceria com a marca PLAYSAT, que estará realizando o sorteio de um recept...

domingo, 21 de fevereiro de 2016

ENTENDENDO O SISTEMA FTA NO BRASIL (A HISTÓRIA CONTINUA) - 21/02/2016




Tecnologia dos receptores FTA

FTA , “FREE-TO-AIR”, são receptores que tem a tecnologia de uma antena livre, esses receptores são utilizados em todo mundo, eles funcionam basicamente como um scanner de frequência, no caso de satélites (TP) que significa transponder, quando conectado com antena analógica Banda C ou digital Banda ku e apontado para determinado satélite, o mesmo consegue capturar os canais desse satélite, claro que se o “TP” estiver livre o canal ser aberto, mas na maioria dos ‘’TPs’’ estão codificados .

Esses receptores atualmente são utilizados para pirataria de TV por assinatura, com a quebra da codificação do sistema nagra 2 que utiliza o “acesso condicional” que é através de cartão para TV por assinatura via satélite, hackers conseguiram quebrar essa codificação, a empresa nagravision responsável pelo sistema nagra já havia tido problema com nagra 1 em 1999.

No Brasil, o sistema nagra 2 era utilizado pela empresa itelefônica, cuja usava a criptografia para o sinal do satélite amazonas ku 61° w, nessa época aqueles que tinham os receptores FTA, conseguiam quebrar a codificação do satélite através de atualização colocada na internet todos os meses, quando a itelefonica mudava a codificação do seu sistema nagra 2, hackers em poucas horas conseguiram fazer a quebra dessa codificação e disponibilizava para os usuários dos receptores FTA, através de um arquivo, que era a atualização dos aparelhos que atualizava via USB ou através de cabo null rs232 conectado aos receptores.

Com a mudança do sistema de nagra 2 para nagra 3, esses aparelhos ficaram uns meses sem atualização, então surgiram os dongles, adaptadores que tem na sua saída uma entrada rj45 para conectar a internet através do cabo de rede e outros modelos de dongles que tem uma saída para conectar a 2° antena, surgindo então a 2° geração desses receptores FTA.

Com o surgimento do nagra 3, a pirataria diminui por alguns meses, com o surgimento do dongles, só foi o recomeço, agora existem vários sistemas de quebra de codificação, na verdade não quebra a codificação existe na verdade  é um compartilhamento das codificações através dos sistemas cs, smart.

Até no momento não há relatos que o nagra 3  foi quebrado.

Surgiu uma informação através do site da Azbox, que a criptografia nagra 3 havia sido quebrado, mas ainda não foi confirmando realmente se isso ocorreu, se realmente foi quebrado tudo que foi relatado sobre as atualizações ser feita através de arquivos de atualização, baixado pela web, vai ocorrer novamente. E esses sistemas como cs e smart não serão mais preciso .

Hoje os modelos novos já vem com o sistema “CS” Card Sharing (NewCam) integrado aos aparelhos, para liberar os canais codificados e necessita de pagamento de mensalidade através de um servidor conectado ao aparelho, esse modelo o usuário devera fazer a configuração de um servidor de cs, já os modelos “IKS”, (Internet key Sharing) e o mesmo sistema cs, mas não há necessidade de pagamento de mensalidade devido o mesmo já esta configurado com servidor oferecido pelo fabricante (marca) do aparelho.

Já os modelos para sistemas smart, que busca a atualização através da 2° antena, o mesmo existe dois sistemas o ‘’SS’’ que precisa do adpator Dongle que integra a 2° antena e o modelo, os mais modernos que já vem integrado à saída da 2° antena (tunner 2) esse aparelhos são conhecido com o sistema “SKS” (Satelite key sharing) e atualmente são os mais utilizados e não há necessidade de mensalidade.

Atualmente os aparelhos da 3° geração já contem os sistemas “IKS E SKS” já integrado aos seus sistemas.

Venho alertar que usar esses receptores de modo inadequado constitui pirataria e isso é crime, mas ainda não há uma lei para punir a pirataria de TV no pais , o congresso brasileiro vai voltar em 2013 a inclusão do uso do Azbox e outros receptores FTA, se isso ocorrer será crime passível de pena de 1 a 5 anos de prisão.

Esses aparelhos viraram viral em toda a América Latina .

Os principais modelos FTA , são o Azamerica e Azbox e entre outros no mercado a venda dessas aparelho no Brasil são proibidos e importado.

VEJA ESQUEMA DE FUNCIONAMENTO:



Em instantes seu comentário estará visível.
Obrigado por escolher o Amigos do Azpoint para suas dúvidas.
EmoticonEmoticon